Escultura é revitalizada e recolocada no jardim da Estação Ferroviária de Caçapava

O processo de revitalização do Complexo Ferroviário Fornovo di Taro, que compreende a estação e o armazém, segue com a recuperação da areá no entorno das edificações. A estátua da moça com jarro de água, que durante décadas adornou o jardim da estação, acaba de ser restaurada e devolvida ao seu lugar de origem.

A obra, do início do século passado, estava quebrada em vários pedaços. Além da ação do tempo, tinha sido danificada também pela ação de vandalismo.

O trabalho de recuperação da peça foi feito pelo historiador Maidel Branco, de Pindamonhangaba, que utilizou técnicas modernas de restauro para revitalizar a escultura.

Segundo ele, foram empregados materiais como resina acrílica, massa de cimento cola e massa acrílica para dar acabamento à obra, manualmente.

Após o restauro, a estátua foi fixada na base, no canteiro entre a estação e o armazém. Em vez de ficar de frente para os trilhos, como anteriormente, agora ela está voltada para a rua. A ideia, segundo o restaurador, é fazer a escultura olhar, simbolicamente, para o movimento da cidade.