Transporte coletivo se adapta ao período de quarentena com adequação de horários e reforço nas ações sanitárias

Diante da redução da circulação de pessoas durante o isolamento social e do risco de contágio pelo coronavírus nos transportes coletivos, a empresa que presta o serviço de transporte urbano para o município, ABC Transporte, reduziu os horários de circulação das principais linhas da cidade e suspendeu as linhas periféricas até o fim da quarentena.

De acordo com dados da Secretaria de Defesa e Mobilidade Urbana, dos 9 mil passageiros ao dia, em períodos normais, as linhas têm transportados cerca de 1.500 por dia, permanecendo a porcentagem de gratuidade de 20%, principalmente de idosos, o que é preocupante, se considerar que eles são o principal grupo de risco.

As linhas e horários que estão funcionando durante o isolamento social podem ser conferidas nesta lista.

Os casos especiais de pessoas que necessitem realmente do transporte em determinada região e que não estejam sendo atendidas, serão analisados pela Secretaria e pela empresa de ônibus. O número para solicitação de serviço e reclamação é o 153.

 

Uso obrigatório de máscaras

O Decreto Municipal 4482, de 23 de abril, já recomendava o uso de máscaras no transporte coletivo. Agora, com base no decreto estadual, o uso passou a ser obrigatório. Atualmente, todos os ônibus municipais circulam com avisos, e os motoristas podem se recusar a transportar quem não estiver usando.

A medida é fundamental para garantir a saúde e proteção das pessoas frente ao coronavírus, reduzindo o perigo de contaminação no transporte.  

Para reforçar as ações sanitárias, a empresa continua seguindo protocolos da Vigilância e recomendações da Secretaria de Defesa e Mobilidade, realizando a limpeza dos veículos constantemente. Cobradores e motoristas também estão usando os EPIS necessários para a segurança e proteção.