ACESSIBILIDADE

Museu Roberto Lee

Arte Museu
MUSEU PAULISTA DE ANTIGUIDADES MECÂNICAS ROBERTO LEE

O ACERVO DESTAQUES DO MUSEU A VIDA DE ROBERTO LEE Documentos / Reportagens FOTOS VIDEOS PRÉDIOs 


O museu Paulista de Antiguidades Mecânicas teve o início de sua história em 1963, na rua Tuiuti, na cidade de São Paulo. Ainda no ano 1963, devido à importância de seu acervo, o museu foi considerado de utilidade pública pelo governo do Estado de São Paulo, através do Decreto/Lei n°42.252. Em consequência disso, Roberto Lee se tornou o primeiro colecionador a fundar oficialmente um museu brasileiro de antiguidades mecânicas com visitação aberta ao público.

No ano seguinte (1964), o acervo foi ficando cada vez maior e acabou sendo transferido para a cidade de Caçapava, no Vale do Paraíba, para um dos galpões que pertencia a família Matarazzo, na Fazenda Esperança. O prédio onde acontecia a exposição era bem amplo, com cerca de 800m².

Naquela época chegaram a ficar expostos inúmeros veículos, que eram verdadeiras obras de arte da indústria automobilística, incluindo também alguns motores de automóveis e de aeronaves, várias miniaturas e documentos.

No auge de seu funcionamento o museu recebia em torno de 250 visitantes semanalmente. Roberto Lee dividia seu tempo entre seus compromissos em São Paulo, viagens ao exterior e vindas a Caçapava, pois fazia questão de cuidar pessoalmente de seus carros.

Em 1975, após o falecimento de Roberto Lee, o museu passou para os cuidados de seu pai, Fernando Lee, e permaneceu ainda instalado na Fazenda Esperança. Em 1982, o acervo foi tombado pelo CONDEPHAAT (Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico) do Estado de São Paulo, com o intuito de manter a sua conservação.

Com o falecimento de seu pai, em 1993, o museu acabou sendo efetivamente fechado. Por essa razão, infelizmente, perdeu uma parte de seu acervo. Muitos carros foram resgatados por seus originais donos, que haviam cedidos os veículos em regime de comodato para que ficassem em exposição no museu. O restante acabou sendo abandonado no galpão, que era invadido com frequência sofrendo ações do tempo, de vandalismo e até mesmo tendo peças furtadas.

Já em 2009, foram iniciadas negociações para doação do acervo para o município de Caçapava, através do conselheiro do CONDEPHAAT, Dr. Ricardo Yamazaki, e do diretor da FBVA, Dr. Eugênio de Camargo Leite.

A partir de 2011 o município passou a ser, de modo efetivo, responsável pela coleção do museu. Com isso, o acervo foi transferido para exposição no Centro Educacional, Cultural e Esportivo José Francisco Natali, sede da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer, onde permanece até hoje.

A doação do acervo do museu para Caçapava foi tão importante para a história da cidade, que em 2016 ela foi declarada Capital Nacional do Antigomobilismo, por meio da Lei N°13.244, de 12 de janeiro de 2016.


Referências:

 


Endereço
 Av. Dr. José de Moura Resende, 475
Vera Cruz, CEP: 12286-580

Horário de Atendimento
Temporariamente Fechado

Contato
Visitas devem ser agendadas pelo telefone
Telefone: (12) 3652-9222

VER LOCALIZAÇÃO